Category: Agenda e Entretenimento

Freguesia recebe o Segunda Instrumental

A Igreja Cristã Nova Vida da Freguesia recebeu na Segunda Instrumental do dia 13 de maio o grupo musical Confraria Instrumental.

O show foi dedicado ao Dia das Mães e a abertura  ficou por conta do maestro e pianista Angelito Loreti, que abriu o evento.

A próxima edição da Segunda Instrumental acontecerá no dia 8 de julho, às 19 horas. A Igreja Cristã Nova Vida fica na Avenida Geremário Dantas, 1.141, Freguesia. Estacionamento no local.

Ficha Técnica Confraria Instrumental:
Sax Alto, Flauta e Direção Musical: Josimar dos Santos
Sax Alto e Sax Soprano: José Maria
Sax Tenor: Levy Carvalho
Sax Barítono, Sax Soprano, Flauta e Direção Executiva: Everton Germano
Trombones: Bebeto Germano e J. Souza
Trompetes: Jorginho Marques e Junior Abreu
Piano: Natan Gomes
Baixo: Diógenes Souza
Bateria: Rafael Nascimento

Repertório:
1) Brooklin High – Nelson Faria
2) Incompatibilidade de Gênios – Aldir Blanc e João Bosco
3) Ninguém Explica Deus – Arranjo: Rafael Rocha
4) Rio – Nelson Faria
5) Chora a Tua Tristeza – Oscar Castro Neves
6) Donatiando – Giovani Malini
7) Coisa Feita – João Bosco, com arranjo de Rubinho Antunes.

Informações:  www.facebook.com/segundainstrumental.

As informações acima são de responsabilidade dos organizadores do evento e estão sujeitas a alteração.

 

Alceu Valença participa do projeto Depoimentos para a Posteridade

O cantor Alceu Valença participará do projeto Depoimentos para a Posteridade, no dia 22 de maio, às 14 horas, no Museu da Imagem e do Som do RJ, localizado na Praça Luiz Souza Dantas, 1, Praça XV. Entrada franca e censura livre.

 

Sobre o Depoimentos para a Posteridade

O projeto Depoimentos para a Posteridade, inédito programa de história oral criado para preservar a memória de diversos setores da cultura nacional, tais como a música, a literatura, o cinema e as artes plásticas. Atualmente conta com um acervo de mais de mil depoimentos, com quatro mil horas de material, gravado em áudio e vídeo, de figuras notáveis, como Nelson Rodrigues, Tarsila do Amaral, Fernanda Montenegro, Paulinho da Viola, Gilberto Gil, Nelson Motta, Ary Fontoura, Antonio Fagundes, Nicete Bruno, Zezé Motta, Neguinho da Beija-Flor, Zeca Pagodinho, Paulo César Pinheiro, Daniel Filho, Geraldo Azevedo, Dori Caymmi, Zé da Velha, Riachão, Antonio Cicero, Ronaldo Bastos, Paulo Barros, Roberto Menescal, Cesar Villela, Joyce Moreno, entre outros. Vale lembrar que todas as gravações ficam à disposição do público, nas salas de consulta do MIS, 48 horas depois do término da entrevista.

As informações acima são de responsabilidade dos organizadores do evento e estão sujeitas a alteração.

Zanna faz show no Rio com novas canções e nova banda

Com três indicações ao Grammy Latino, a cantora Zanna sobe ao palco do Blue Note no dia 26 de abril, às 22h30. No novo show, a cantora, compositora e violonista apresenta músicas de seu último álbum “Zanna” (que teve três indicações ao Grammy Latino: Melhor Álbum de Música Popular Brasileira, Melhor Álbum de Engenharia de Gravação e Produtor do Ano/Moogie Canazio). Entre as músicas apresentadas está ‘Menina de Vento’, que fez parte da trilha sonora da novela ‘Orgulho e Paixão’, da TV Globo, e releituras próprias de canções como ‘Sonífera Ilha’, dos Titãs; ‘Quero te encontrar’, de Claudinho e Buchecha; ‘Tempo Perdido’, do Legião Urbana; ‘Hoje’, da Ludmilla; entre outras surpresas.

 

Nesse novo formato, a banda é composta por Guilherme Gê (teclado e direção musical), Beatriz Lima (baixista paulistana da nova geração do Jazz), Janaina Salles (violoncelo), Dudu Oliveira (sopros e coro) e Jadna Zimmermann (percuteria que tocou com Zelia Duncan).

 

Na categoria de Música Popular Brasileira, “Zanna” foi o único dos discos indicados com repertório totalmente inédito; bossas, sambas e baladas escritos nas duas últimas décadas pela artista, que também é a voz do Metrô Rio. Canazio, produtor e um dos responsáveis pela engenheira de som do álbum, radicado há três décadas e meia na Califórnia, é um grande parceiro neste projeto.

 

Ingresso: R$90,00 | R$45,00

 

Vendas online: https://www.tudus.com.br

https://bluenoterio.com.br/

 

Bilheteria: 18h30 às 2h Local: Blue Note (Av. Borges de Medeiros, 1424 – Lagoa – Rio de Janeiro)

Informações: (21) 3799-2500

 

 

Museu Militar Conde de Linhares sedia Encontro de Corais

 

O Museu Militar Conde de Linhares recebe no dia 25 de abril, às 18h30, o Encontro de Corais, com a participação dos corais da Ambep-Rio (Regente Mirabeau), Chorus Lux (Paulo da Hora), Nosso Canto (Vanessa Weber), Madrigal do Leme (Anton Steuxner) e Vozes da Mangueira (José Féo). O Museu Militar Conde de Linhares fica localizado na Avenida Pedro II, 383, São Cristóvão. Entrada franca e estacionamentono local. Informações: (21) 2589-9581  / comsocmmcl@fortedecopacabana.com.

As informações acima são de responsabilidade dos organizadores do evento e estão sujeitas a alteração.

 

 

A pipa e a flor chegam ao Teatro Sesi

O Teatro Sesi Jacarepaguá recebe no dia 16 de abril, o espetáculo “A pipa e a flor”, inspirado na obra de mesmo nome do escritor mineiro Rubem Alves. O evento conta a história de uma pipa que, ao encontrar uma flor, começa a fazer reflexões sobre a liberdade, a felicidade e o amor.

O texto é altamente poético e musical, abordando a valorização das relações humanas, alegrias e amores com canções ao vivo, repertório erudito e cantigas de roda embaladas por teclado e violino. “A pipa e a flor” é um encontro interativo de cores, culturas e brincadeiras que ressalta o brincar e a arte do bem viver.

Gênero: Musical Duração: 60 min Foto: Acervo Cia. Grande Urso Navegante

 

Programação dia 16 de abril:

1º Turno: 08h30 – Oficina | 11h15 – Espetáculo

2º Turno: 14h30 – Oficina | 16h30 – Espetáculo

 

Inscrição para as duas atividades: atendimento@casanoar.com.br. Entrada franca. Vagas limitadas | Classificação livre.

 

Teatro Sesi Jacarepaguá

Av. Geremário Dantas, 940, Pechincha.

 

As informações acima são de responsabilidade do centro cultural e estão sujeitas a alteração.

Eles não usam tênis naique no Teatro Sesi

O Teatro Sesi Jacarepaguá recebe no dia 12 de abril, às 20 horas a peça “Eles não usam tênis naique”.

Ambientado em uma favela do Rio de Janeiro, o espetáculo narra o reencontro de um pai e uma filha que não se viam há muitos anos. Ele foi traficante nos anos 80, quando o comércio ilegal de drogas ainda mantinha um vínculo moral com a comunidade. Ela é uma jovem traficante nos dias atuais.

A encenação gira em torno de um embate ideológico entre os dois personagens, representados por quatro atores que se alternam sucessivamente nos dois papeis. O resultado é um jogo cênico em que nenhuma posição é fixa e onde a ficção está sempre sob o risco da realidade. O texto é assinado por Marcia Zanelatto e a direção é de Isabel Penoni.

“Eles não usam tênis naique” é o espetáculo mais recente da Cia Marginal, grupo atuante na cidade do Rio há 12 anos. Desde sua estreia no Teatro Glauce Rocha, em 2015, foi apresentado em uma série de espaços culturais, como o Glaucio Gill e o Galpão Gamboa. Em 2016 foi indicado ao Prêmio Questão de Crítica nas categorias “Melhor elenco” e “Melhor direção”.

A peça também participou de importantes mostras nacionais, entre elas a principal do Festival de Curitiba 2016. Além disso, em 2017, foi apresentada pela primeira vez fora do Brasil, nos teatros Ibérico, de Lisboa, e Carlos Alberto – TECA, do Porto (Portugal). Em 2018, integrou um dos mais abrangentes circuitos nacionais de artes cênicas, o Palco Giratório do SESC, passando por 34 cidades.

Gênero: Drama | Duração: 85 min Foto: Renato Mangolin | R$ 22 (inteira) | R$ 11 (meia) Classificação: 16 anos

 

Teatro Sesi Jacarepaguá

Av. Geremário Dantas, 940, Pechincha.

 

As informações acima são de responsabilidade do centro cultural e estão sujeitas a alteração.

Clube Português recebe Intersom

A banda de baile que agitou os clubes do bairro e de outras localidades na década de 70 está de volta. A Intersom se apresenta em um flashback composto por vários hits internacionais no dia 12 de abril, às 20 horas, no o Clube Recreativo Português de Jacarepaguá, na Taquara.

Ingressos à venda na secretaria do clube, com desconto na compra antecipada até o dia 11 de abril. Garanta o seu lugar. O Clube Recreativo Português de Jacarepaguá fica localizado na Rua Ariapó, 50, Taquara

Antecipado:

Individual: R$ 20

Mesa (4 lugares): R$ 70

 

No dia:

Individual: R$ 25

Mesa (4 lugares): R$ 80

 

Informações:

2423-3585 e pelo WhatsApp 9-7390-7421.

Confissões de um senhor de idade no Teatro Sesi

O espetáculo “Confissões de um senhor de idade” é idealizado pelo mestre do humor no teatro, cinema e televisão, Flavio Migliaccio. Em cena, o ator, autor e diretor sintetiza seus 84 anos de vida, dividindo com a plateia as experiências de uma trajetória dedicada à arte de interpretar.

 

Em um diálogo com Deus, Flavio conta suas histórias, memórias, saudades e até tristezas. Tudo com muito bom humor, que sempre foi sua marca. Expor sua vida íntima é um presente dado ao público, em agradecimento a todo o amor recebido por ele nos mais de 60 anos de carreira.

 

Na história, Flavio está dormindo quando alguém chama por ele e entra em seu quarto.  Trata-se de Deus (interpretado por Luciano Paixão), que encarnou no corpo de um simples mortal vestido quase como um mendigo ou um hippie, para propor um pacto: se o ator o ajudar a desvendar um caso muito estranho que está acontecendo no céu, recebe a recompensa da vida eterna.

 

O chamado é o ponto de partida para Flavio Migliaccio contar divertidas histórias de sua vida e também momentos tensos e poéticos de suas experiências artísticas. Um convite para conhecer mais a fundo a bela alma do artista.

 

Gênero: Comédia | Duração: 70 min

 

Ficha técnica

Autor, diretor e diretor de cena: Flavio Migliaccio

Atores: Flavio Migliaccio e Luciano Paixão

Operador de som: Morgana Michele

Iluminação: Adriana Ferreira
Projeção: Rodrigo Araújo

Produtora Executiva: Adriana Ferreira

Foto: Thyago Andrade

14 a 23/2 | Quintas, sextas e sábados, às 21h

R$ 40 (inteira) | R$ 20 (meia)

Classificação: 16 anos

Teatro Sesi recebe mostra de Hilário Silva Neto

A mostra de Hilário Silva Neto tenta compor uma nomenclatura, tendo como ideia a cor como idioma universal. O artista plástico estudou no Estúdio de Ângelo Schips durante 10 anos (1960 – 1970), tendo aulas práticas e teóricas de óleo sobre tela, luz e sombra, cromatismo e perspectiva, técnica de mosaico vitral, afresco, composição de painel, pintura sacra e escultura.

 

Também estudou com a pintora Áurea Pereira. Por nove anos, a partir de 1974, desenvolveu técnicas de óleo sobre tela em retratos, paisagens, marinos, esfumato, transparência e dobraduras.

 

Gênero: Artes plásticas

 

Ficha técnica

Artista plástico: Hilário Silva Neto

Foto: Divulgação

1 a 28/2 | Terça a sexta, das 14h às 21h, e nos dias e horários das atrações.

Entrada franca

Classificação: Livre

Canto Coral Acija promove integração entre associados e população

É possível desenvolver o espírito de equipe em forma de lazer. Uma prova disso é o trabalho Canto Coral Acija. O grupo reúne associados num ambiente de descontração que permite aos seus integrantes manifestar o talento com a música, ao mesmo tempo que exige cooperação e comprometimento de seus membros.

Regido pelo maestro Paulo da Hora o grupo promove também encontros e participação em público. Os ensaios acontecem às terças-feiras, às 18h30, no auditório da Acija, localizada na Estrada do Gabinal, 313, loja 270 A Rio Shopping, Freguesia.. Informações: 2445-4474 ou 9-8892-6447.