Notícias

Covid-19 e convênios de saúde

É possível pedir desconto na mensalidade do plano de saúde por baixo uso na pandemia?

Em meio à apreensão das pessoas devido ao coronavírus, muitos usuários deixaram de ir a consultas e exames e desmarcaram cirurgias. Em outros casos, o acesso foi reduzido para dar prioridade à pandemia. Por isso, consumidores e empresas ficam em dúvida se podem pedir descontos na mensalidade. De acordo com Mérces da Silva Nunes, advogada especializada em Direito Médico e Doutora em Direito pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, isso não é possível por questão contratual, mas o consumidor tem que ser atendido quando retornar às consultas. “Além de serem adiados entre os meses de março e julho pelo receio de contágio das pessoas, os procedimentos também precisaram ser adiados por determinação do Ministério da Saúde, Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) e Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), como uma forma de poupar leitos e evitar a contaminação pela Covid-19”, explica ela.

Mas, embora os clientes, individualmente, não possam pedir descontos, empresas que oferecem planos como benefícios aos funcionários podem pleitear abatimentos em contratos pelos períodos em que foram pouco usados. “Considero viável a tentativa das empresas de pleitear redução de preço dos planos, em razão da baixa sinistralidade das carteiras, relativamente ao período entre março e julho, do corrente ano. A negociação deve ser estabelecida diretamente entre as partes, pois não há legislação específica determinando eventual redução de preço”, afirma Mérces.

*Com informações da assessoria de imprensa

Comment here