Destaque

A arte de salvar vidas

Seja no mar ou na piscina, eles estão sempre em um local alto observando os banhistas e, a qualquer sinal de perigo mergulham na água para resgatar a vítima evitando o afogamento e oferecendo os primeiros-socorros.

Em alusão ao Dia do Salva-Vidas, comemorado neste mês, o Jornal Nosso Bairro Jacarepaguá homenageia esses heróis militares, também conhecidos como guarda-vidas, que atuam no mar. Assim como os que trabalham em piscinas, que são chamados de guardiões.

Para trabalhar como salva-vidas o candidato deve prestar concurso para ingresso como Oficial Combatente do CBMERJ, feito anualmente por meio de vestibular para a Academia de Bombeiro Militar D. Pedro. Já para se tornar um guardião de piscina, é necessário receber habilitação do Corpo de Bombeiros para exercício das atividades, obtidos por meio de cursos oferecidos pelo CBMERJ.

No curso de formação, os candidatos recebem treinamento para nadar de forma correta, adquirem conhecimentos das técnicas de massagem cardíaca, respiração, oceanografia, cuidados com o banhista e agilidade nas ações de prevenção e salvamento.

Em ambas as modalidades, o candidato precisa ter concluído o ensino fundamental, estar em dia com as obrigações eleitorais, não possuir antecedentes criminais e ter entre 18 e 35 anos de idade. Além disso, o candidato deve dispor de força muscular e boa capacidade pulmonar, disciplina, paciência, velocidade, responsabilidade, facilidade de concentração e habilidade para trabalhar em equipe.

Informações:

www.cbmerj.rj.gov.br

Comment here